Não deixe seus livros parados na estante. Troque seus livros com 200 mil leitores. Participe!
Histórias da Pré-História
Categoria
ISBN 8573262869
ISBN-13 9788573262865
Edição 1 / 2003
Idioma Português
Páginas 237
Estante 1  0  0   0

HISTÓRIAS DA PRÉ-HISTÓRIA

Alberto Moravia
7% chance de ser solicitado
34

Sinopse
O hábito de contar histórias e quase tão antigo quanto a própria linguagem. Em latim, ´fabulare´ significa tanto falar ou conversar como narrar uma história. Neste livro, Alberto Moravia -um dos principais nomes da literatura italiana do Século XX -reinventa a pré-história e cria algumas dezenas de contos, em diversos sentidos, fabulosos. Num deles, por exemplo, descobrimos a origem das lágrimas de ´Croco Dilo´; em outro, por que o ´Cama Leão´ muda de cor; ou ainda como ´Ba Leia´ deixou de ser um pequeno peixinho e como o unicórnio se transformou em ´Rino Ceronte´. Nesse universo de pernas para o ar, em que a fantasia dita as normas, a ´Pre Guiça´ pode ser chefe do corpo de bombeiros, o ´Can Guru´ quer se comunicar com os homens e estes, bem, estes... desfrutavam sem compromisso das delicias do ´Jardim do Eh Dehn´. Estas histórias, ainda que repletas de animais, não podem ser chamadas simplesmente de fábulas, porque Moravia não quer, como La Fontaine, dar lições de moral. Antimoralista convicto, ás fabulas de Moravia são na verdade antifábulas ou fábulas pelo avesso. O que não quer dizer, porém, que não haja o que aprender comelas. Muito pelo contrário: ao subverter a expectativa e até a lógica das histórias infantis, estas narrativas colocam o leitor (seja ele criança ou adulto) diante de um universo muito mais rico e desafiador. O mesmo procedimento esta presente no modo como o autor utiliza os provérbios, ora alterando-lhes o sentido, ora simplesmente mostrando que nem sempre eles correspondem a verdade. Para ficar só com um exemplo, numa das histórias, ´Go Rila´, antes de morrer, chama o seu filho ´Go Rilinha´ para lhe dar os últimos conselhos. O principal deles é o seguinte: se quiser se dar bem na vida, siga sempre a favor da corrente. O problema é que ali perto passa o rio Zaire, cuja corrente, como todo rio, deságua no mar... Com as antifábulas de Moravia ocorre o oposto: elas seguem sempre contra a correnteza, e buscam revelar não como as coisas aconteceram, mas como poderiam ter acontecido.

Solicitar Tenho Procuro


AVALIAÇÃO DO LIVRO

5.0
(1) votos

ADICIONAR REVIEW

Seja o primeiro a fazer um review deste livro. Motive outros a lerêm o livro.

TÍTULOS SIMILARES
Modos à Nossa Moda INVESTINDO EM AÇOES COM BEIJINHOS NO PAPAI Energia Psíquica A LINGUA DE FORA: ESPLENDIDA FABULA DE...REENCONTROS


QUEM DESEJA ESTE TAMBÉM DESEJA