Não deixe seus livros parados na estante. Troque seus livros com 200 mil leitores. Participe!
Justiça Divina X Justiça dos Homnes - Descubra as consequências cármicas dos seus atos
Categoria
ISBN 8587867016
ISBN-13 9788587867018
Edição 1 / 2000
Idioma Português
Páginas 700
Estante 0  0  0   0

JUSTIÇA DIVINA X JUSTIÇA DOS HOMNES - DESCUBRA AS CONSEQUÊNCIAS CÁRMICAS DOS SEUS ATOS

Sergio Nogueira Reis
3% chance de ser solicitado
Nova alvorada edições

Sinopse
"A visão holística do Direito é uma visão espiritualista e não acredita na idéia de que a vida começa no útero e acaba na morte do corpo físico. Inclusive o ilustre Sérgio Nogueira Reis autor do livro Justiça Divina X Justiça dos Homens, mostra as conseqüências cármicas dos nossos atos revelando que todo comportamento bom ou mau implica em uma reverberação para si e para o cosmos, obedecendo a lei natural de causa e efeito. É a inexorável aplicação da Justiça Divina e como bem atestam os salmistas no Antigo Testamento, "Deus sonda nossos rins (o inconsciente) e corações" . Quanto à justiça no planeta Terra, a dos homens, o advogado Sérgio Nogueira Reis testemunha de cátedra o contexto de impunidade, burocracia e lentidão atinentes aos processos judiciais, sem falar na ineficiência e despreparo da polícia. Mas como advogado holístico não se furta ao papel de servo, buscando construir com humanidade, pesquisa, senso crítico e espiritualidade, um reconhecimento da justiça na Terra e no Céu. A sua meta é a paz construída em bases firmes, visualizando um novo modelo de desenvolvimento sustentável, um olhar sobre as gerações futuras, a natureza e o meio ambiente circundante A visão Holística do Direito busca a paz social e a conexão do direito com a sociedade de forma que a tranqüilidade aumente. Não é questão de religião e sim de espiritualidade O direito Moderno apresenta entendimentos puramente individuais e patrimoniais, para a verdadeira eficácia do direito vim a tona, não significa negar tudo isso mais sim aprimorar adaptando-se ao novo mundo como diz Heidegger: “A apropriação não se confunde com o termo destruição e sim tenta demonstrar que se deve pôr de lado, abrir o ouvido tornar a consciência livre para aquilo que na tradição do ser, o ente o inspira. Seguindo essa concepção a estrutura fundamental do ser- no- mundo, que é indicado, decomposto em seus diversos momentos, para enfim ser considerado na sua unidade como preocupação. "

Solicitar Tenho Procuro


AVALIAÇÃO DO LIVRO

0.0
(0) votos

ADICIONAR REVIEW

Seja o primeiro a fazer um review deste livro. Motive outros a lerêm o livro.

TÍTULOS SIMILARES
Manual de Psicologia Jurídica para Operadores do Direito Comentários à Lei de Combate à Violência Contra a Mulher O Amor é a Melhor Estratégia O Elogio do Burro Introdução à Teologia Moral: o Grande Sim de Deus à Vida


QUEM DESEJA ESTE TAMBÉM DESEJA