Luísa Lima
Alguém indica livros de romance histórico?

Recomendações

Sinopse
Bernard Cornwell tornou-se conhecido no Brasil com sua trilogia sobre o rei Artur. Neste novo romance, o autor se debruça sobre o passado inglês. A Guerra dos 100 anos é o cenário desta aventura que envolve, também, a busca do Santo Graal. 'O arqueiro' acompanha a trajetória de Thomas, um jovem recruta inglês, no conflito que opôs a França dos Valois à Inglaterra dos Plantagenetas - e depois dos Lancastre. Aos 18 anos apenas, ele vê seu pai morrer em seus braços após um ataque de surpresa à aldei ...


Helio Silva castro
Qualquer livro do autor, em especial a trilogia de Arthur.

comentar

Sinopse
Às margens do lago Genesaré, Publio Lentulus (Emmanuel) teve, um encontro com Cristo. Fora interceder pela cura de sua filhinha Flávia, que contraira lepra. Comovido e magnetizado por emoções que ainda desconhecia, ouve do Mestre... Emmanuel nos relata essa experiência pessoal, com a riqueza de detalhes que caracteriza todos os seus livros, para que meditemos sobre os "momentos" preciosos que nos são oferecidos através da vida. Momentos muitas vezes desperdiçados, retardando nosso progresso e evo ...


Franklin Costa
Romance histórico com o sub-título de Episódios da História do Cristianismo no Século I, a obra narra os principais fatos da vida do orgulhoso senador romano Públio Lentulus entre os quais estão o encontro com Jesus, o milagre da cura, pelo Divino Mestre, da filha que contraíra lepra e a conversão da esposa, Lívia, ao cristianismo. Linguagem clara e bem elaborada, a narrativa é envolvente nos leva com fluência a acompanhar a trajetória da personagem central!

comentar

Sinopse
Inglaterra, 1583: o país enfrenta um período conturbado, marcado por conspirações para derrubar a rainha Elizabeth, que é protestante. Muitos de seus súditos estão insatisfeitos com o governo e anseiam pelo retorno do país à religião católica. Em meio a esse clima de conflitos religiosos, o monge italiano Giordano Bruno chega a Londres, tentando escapar da Inquisição, que o acusou de heresia por sua crença num Universo heliocêntrico. O filósofo, cientista e estudioso de magia logo é recrutado pe ...


Cecilia Teixeira ferreira cianci baptista
Ainda não li. Mas encontrei ótimas criticas. Tem outro PROFECIA que é do mesmo autor ainda não sei se é continuação ou se são outros personagens

comentar

Sinopse
Criado no século XIII, o Codex Gigas é um dos maiores manuscritos medievais de que se tem notícia no mundo. Seu conteúdo traz uma ilustração do próprio demônio, o que o tornou conhecido como a Bíblia do Diabo. Mistério, romance e suspense permeiam a narrativa sobre a busca pelo manuscrito por cristãos e não-cristãos, evidenciando até onde um ser humano pode ir levado por sua ambição pelo poder.


Priscilla akao Mori
resenha de A Bíblia do Diabo Para começar, tenho que dizer que amo livros que misturam fatos históricos reais com "ficção", mas mais do que isso adoro livros em que a história é complexa e envolvente, onde até o final do livro estamos devorando-o, pois as elucidações vão acontecendo aos poucos, se encaixando uma na outra de forma natural. E esse livro é exatamente assim, você se envolve de tal maneira que "come" o livro. Não é à toa que dei 5 estrelas ao livro no Skoob, mas devo salientar que as pessoas podem julgá-lo de maneira diferente, pois ele aborda um tema polêmico, religião. Muitos acharão o livro "profano", mas ele é um "ROMANCE", o próprio autor ressalta isso, mostrando que há sim fatos reais históricos, como alguns personagens e o próprio "CODEX", denominado Bíblia do Diabo, mas ele "romanceou" e criou a maioria da história. Entre os personagens que de fato existiram, estão o Imperador Rodolfo II, o Bispo Melchior Khlesl (tio de Cyprian-um dos "protagonistas"), o Abade Martin Korýtko, o Papa Inocêncio IX e os Alquimistas John Dee e Edward Kelley, entre outros. Quem realmente "faz" a histórico, são os personagens: Cyprian, Agnes e Andrej. São eles que , de certa forma, estão mais envolvidos na busca pela Bíblia do Diabo, são suas vidas e escolhas que levam ao desenvolvido e conclusão do livro. Um romance arrebatador, com personagens complexos, apaixonados e diferentes entre si. Existem várias passagens interessantíssimas, mas que mais me marcou, foi esta: "...O amor sempre tornará as coisas ruins suportáveis. A falta de amor, sempre tornará sem valor as coisas boas..." pg. 381

comentar

Sinopse
A OBRA QUE ENCANTOU A FRANÇA E OS ESTADOS UNIDOS É, FINALMENTE, LANÇADA NO BRASIL. CONSIDERADA COMO A VERSÃO MODERNA DE ... E O VENTO LEVOU... a BICICLETA AZUL SE CONVERTEU NUM DOS MAIORES BEST SELLERS DOS ÚLTIMOS ANOS, COM MAIS DE 5 MILHÕES DE EXEMPLARES VENDIDOS NO MUNDO.


Silvia Lira
Maravilhoso livro . Passado na 2a guerra mundial.

comentar

Sinopse
Em seu novo livro, Laurentino Gomes, autor do best-seller 1808, que contava a história da fuga da família real portuguesa para o Rio de Janeiro, mostra como o Brasil, um país que tinha tudo para dar errado, deu certo em 1822 por uma notável combinação de sorte, improvisação, acasos e também liderança - um momento de grandes sonhos e muitos perigos


Célia aparecida becker Bauer
Muito interessante, fala sobre a nossa história com outro ponto de vista

comentar

Sinopse
Este aclamado livro que tem entre seus personagens Cristóvão Colombo, Pedro Álvares Cabral, Américo Vespúcio e outros homens que marcaram a história da navegação, atravessando mares em direção a terras desconhecidas. Em 1550, uma espanhola liderou uma lendária expedição, pouco conhecida nos dias de hoje. Partindo da praia de Sanlúcar de Barrameda, a nobre María de Sanabria comandou três embarcações até a América do Sul, rumo à região do Rio da Prata. Em companhia de outras mulheres, a jovem cont ...


Priscilla akao Mori
adyce16/02/2011 Uma mulher forte, exploradora, no século XVI Um bom romance histórico sempre me fascinou, principalmente quando o autor, como o uruguaio Diego Bracco, é um professor de história e tem o cuidado de colocar as fontes, ou a documentação em capítulo à parte como é o caso no livro Maria de Sanabria [ Rio de Janeiro, Record: 2008]. A vantagem destes romances quando são escritos por um historiador é que temos a impressão de aprender mais do que se estivéssemos sentados numa sala de aula atentos às explicações dos cuidados necessários, por exemplo, com a organização de uma expedição à América do Sul no século XVI E é esta exatamente a história fascinante que nos leva a conhecer bem mais de perto Maria de Sanabria, a organizadora da chamada expedição das mulheres que atravessou o Atlântico em 1550. Seis anos são necessários para que o grupo expedicionário tendo chegado a Santa Catarina, depois de uma estadia muito difícil na costa do Brasil, que durou dois anos, procure, mais ao norte, a proteção dos portugueses na província de São Paulo e finalmente chegue a Assunção, no Paraguai, um vilarejo ainda diminuto em 1556. Lá, Maria de Sanabria se estabelece para ficar. Seu filho do primeiro casamento tornou-se um monge franciscano e mais tarde um “dos grandes protagonistas da vida religiosa e intelectual no Rio da Prata.” Enquanto que seu filho do segundo casamento, Hernandarias foi três vezes governador e grande protagonista civil e militar no Rio da Prata, uma figura de grande importância na história do Paraguai, da Argentina e do Uruguai. A vantagem deste romance é que podemos adentrar a vida diária, o desenrolar das tarefas comuns da época e entender as razões e as necessidades destas pessoas, melhor ainda do que se estivéssemos lendo uma tese de mestrado, descrevendo detalhes do dia a dia das limitações e dos compromissos que estavam implícitos numa família burguesa e também o que era ou não prescrito para uma mulher em Sevilha, neste período.

comentar


Sua Recomendação




Todas as Perguntas Fazer Pergunta