Não deixe seus livros parados na estante. Troque seus livros com 200 mil leitores. Participe!

CADASTRE-SE

RESISTÊNCIA: A HISTÓRIA DE UMA MULHER QUE DESAFIOU HITLER

Agnes Humbert
(5) votos | (1) comentários

Sinopse
Mistura de diário e memória, 'Resistência' foi publicado pela primeira vez em 1946 e é um relato de Agnès Humbert. Após a invasão dos alemães em Paris, Agnès, historiadora da arte, resolve fundar junto com seus colegas do museu o primeiro movimento de resistência na capital francesa. Agnès e seus amigos faziam o que podiam - convocar pequenas greves estratégicas, retirar as moedas de circulação, distribuir um pequeno jornal que informava todas as ações do movimento e suas conseqüências. Até que os alemães a prenderam e a levaram para um campo de concentração. Lá os horrores da guerra a atingiram em cheio. Agnès decidiu resistir mais uma vez. E conseguiu. 'Resistência' é o testemunho vivo de uma época e suas questões, o depoimento pessoal de uma mulher forte que sempre soube que estava do lado da vida e da liberdade.
Categoria
Editora Nova fronteira
ISBN-13 8520920942
ISBN 9788520920947
Edição 1 / 2008
Idioma Português
Páginas 344
Estante 6  0  2   0
Sua estante
33% chance de ser solicitado

CADASTRE-SE


AVALIAÇÃO DO LEITOR
Neyva daniella Souza
A historiadora de arte Agnes Humbert, integrante de um grupo de rebeldes que edita e distribui o jornal Resistance, quando a França é invadida pela Alemanha nazista. Ela e seus companheiros são traidos e presos pela Gestapo. Com humor, inteligência e ironia ela relata após sua libertação, as prisões em que estave, os maus tratos , as condições subhumanas, as amizades que fez. A coragem e a determinação desta mulher ,que jamais traiu seus companheiros, nos impressiona, e revela sua personalidade corajosa e SEU espítito indomável. SILENCIOSA FORÇA INTERIOR, ISTO É O QUE TÊM AS MULHERES.


Aline Weigel
No verão de 1940, quando a ocupação nazista na França se tornou irremediável, a vida da historiadora de arte Agnes Humbert tomou um rumo surpreendente. Inconformada com a dominação nazista, movida por uma coragem ímpar e com o apoio de seus colegas do Museu do Homem em Paris, Agnès fundou um dos primeiros grupos da Resistência francesa.

Já leu o livro? Comente!

Quero comentar sobre este livro