Não deixe seus livros parados na estante. Troque seus livros com 200 mil leitores. Participe!

CADASTRE-SE

A COMÉDIA DA MARMITA

Plauto
(0) votos | (0) comentários

Sinopse
O pobre Euclião encontra uma marmita cheia de ouro, esconde-a e aferra-se a ela; passa a desconfiar de tudo e de todos. Entretanto, não se apercebe que Fedra, a sua filha, está grávida de Licónides. Megadoro, vizinho rico, apaixonado, pede a mão de Fedra em casamento, e prontifica-se a pagar a boda, já que a moça não tem dote. Euclião aceita e prepara-se o casamento. Ora acontece que Megadouro é tio de Licónides. É assim que começa esta popular peça de Plauto, cheia de peripécias e de mal-entendidos, onde se destaca a personagem de Euclião com a sua desconfiança, e que prende o leitor até ao fim. «O dinheiro não dá felicidade – mas uma marmita de ouro, ao canto da lareira, ajuda muito à festa» - poderá ser a espécie de moralidade desta comédia – a Aulularia – cujo modelo influenciou escritores famosos (Shakespeare e Molière, por exemplo) e que, a seguir ao Anfitrião, se situa entre as peças mais divulgadas de Plauto.
Categoria
Editora Almedina Brasil
ISBN-13 9724410188
ISBN 9789724410180
Edição 1 / 1999
Idioma Português
Páginas 192
Estante 0  0  0   0
Sua estante
76% chance de ser solicitado

CADASTRE-SE

QUEM DESEJA ESTE TAMBÉM DESEJA



AVALIAÇÃO DO LEITOR
Já leu o livro? Comente!

Quero comentar sobre este livro