Não deixe seus livros parados na estante. Troque seus livros com 200 mil leitores. Participe!

CADASTRE-SE

NAHARIA

Guilherme Gontijo Flores
(0) votos | (0) comentários

Sinopse
Agora Guilherme Gontijo Flores me vem com essa, de escrever com os ouvidos. Porque Naharia é esse poema esticado em que duas gerações se conversam: uma velha senhora que conta suas histórias com parênteses / que parecem simplesmente intermináveis / quase como conversa que desinteressa”, nas voltas infindas da fala”, e um ouvinte todo silêncios e disponibilidade. Naharia foi escrito não apenas com as formas da prosa, e, portanto, da fala comum, como também com as formas da escuta, numa deriva doidivanas / dessas que só se sai / parando noutra”. Formas da escuta: porque quem fala é a velha, mas a posição do escritor é ainda a do tradutor (Guilherme a mim não me engana). Agora Guilherme Gontijo Flores me bota nessa, de ler de orelha essas histórias que não são nossas por direito, e que nos são ofertadas, em nosso breve tempo atrofiado, e me sai com essa, de inventar formas da escuta, porque sabe que a escuta morreu, e me vem com essa, de inventar que os ouvidos existem, nessa narrativa em que tudo é corpo, e me bota nessa, inventar uma orelha que seja ela mesma invenção da escuta, que não foi a minha, mas dele. Onde encostar a cabeça para escutar o que não se pode escutar? Aconselho o chão como mais indicado”, responde a narradora.”— Rafael Zacca

Categoria
Editora Kotter Editorial
ISBN-13 9788568462492
ISBN 8568462499
Edição 1 / 2017
Idioma Português
Páginas 86
Estante 0  0  0   0
Sua estante
6% chance de ser solicitado

CADASTRE-SE


AVALIAÇÃO DO LEITOR
Já leu o livro? Comente!

Quero comentar sobre este livro