Não deixe seus livros parados na estante. Troque seus livros com 200 mil leitores. Participe!

CADASTRE-SE

O ESCRAVO DE PAPEL: O COTIDIANO DA ESCRAVIDÃO NA LITERATURA DO SÉCULO XIX

Marilia Conforto
(0) votos | (0) comentários

Sinopse
Poderia a literatura narrar o cotidiano da escravidão no Brasil de 1845 a 1888? A partir desta questão, a obra mostra um panorama do trabalho escravo na cidade e no campo. A fuga e o castigo também foram objetos de análise, tendo como pano de fundo a sociedade senhorial brasileira. A literatura no século XIX narrou o cotidiano da escravidão brasileira? Sim, através de personagens escravos, da força do açoite, da fuga, a história da escravidão foi matéria e invenção na ficção do século XIX.
Categoria
Editora Educs
ISBN-13 8570616716
ISBN 9788570616715
Edição 1 / 2012
Idioma Português
Páginas 147
Estante 0  0  0   0
Sua estante
6% chance de ser solicitado

CADASTRE-SE


AVALIAÇÃO DO LEITOR
Já leu o livro? Comente!

Quero comentar sobre este livro